O que fazer com a barriga de coelho inchaço Coelhos

ou a timpania do abdome em coelhos, sua causa e métodos de tratamento são temas freqüentes de discussão em criadores de coelhos.Esta é uma condição perigosa que não deve ser confundida com estagnação de fezes ou obstrução intestinal mecânica.Os tímpanos ameaçam a vida do animal, acompanhados de dores excruciantes, geralmente levam à morte.

O coelho sofre de distensão abdominal

Por que a patologia surge?

O inchaço abdominal em coelhos é uma patologia grave.É caracterizada por um acúmulo anormal de gás no estômago, que leva à distensão abdominal crítica.Qualquer acúmulo de líquido e saliva que não possa sair do estômago causa dilatação.O fluido se acumula no estômago, contribui para a produção de gás de fermentação e expansão do estômago.Neste estado, o coelho parece um balão, mostra sinais de dor terrível, pode ter dificuldade em respirar.

Quando o inchaço atinge um ponto crítico, o estado torna-se irreversível.Isto deve-se ao facto de as paredes do estômago do coelho não serem tão elásticas como em muitos herbívoros.

No momento da distensão, o volume do estômago aumenta várias vezes e comprime os principais vasos sanguíneos que levam sangue ao coração.e dele.Isso leva à insuficiência cardíaca.O desequilíbrio eletrolítico causa convulsões, isquemia e é fatal.

As causas do inchaço muitas vezes permanecem desconhecidas.Eles podem ser causados ​​por:

  • excessos;
  • falta de fibra na dieta;
  • mudança abrupta de dieta;
  • submetidos a estresse;
  • bloqueio do gatekeeper;
  • ingestão de um corpo estranho no estômago;
  • úlcera gástrica, obstrução intestinal ou outros problemas do trato digestivo.

O inchaço em coelhos pode se desenvolver em qualquer idade, em qualquer gênero e em qualquer raça.

Diagnosticando inchaço

Um veterinário diagnostica um coelho

Normalmente, os sinais clínicos da doença incluem:

  • abdômen distendido;
  • falta de apetite, levando à anorexia completa;
  • diminuição da produção fecal (pequenas pelotas fecais);
  • letargia (devido a dor intensa).

À medida que a doença progride, o coelho fica fraco, muitas vezes deitado de lado, não responde aos estímulos e fica desidratado. ​​Se um animal não receber tratamento efetivo, ele morrerá dentro de 4 a 24 horas.

Um veterinário realiza atividades de diagnóstico de doenças.O estudo é realizado:

  1. exame físico do animal com um estudo aprofundado da área do estômago e intestinos;
  2. radiografia da cavidade abdominal, mostrando a quantidade de alongamento do estômago e intestinos;
  3. um exame de sangue para determinar a presença depatologias de outros órgãos.

Terapia Patológica

A formação de bolhas é uma doença perigosa que requer tratamento imediato. O tratamento consiste em terapia de infusão e descompressão do estômago.

No tratamento, o fluido é um componente importante da terapia. É introduzido no corpo do animal por via intravenosa através de um cateter e não permite a desidratação. Também ajuda a reduzir a pressão arterial, melhora o fluxo sanguíneo para os órgãos, previne o choque no corpo.

A descompressão do abdómen do coelho é feita por um veterinário

A descompressão gástrica é realizada usando um tubo mole inserido pela boca no estômago. Bastante muitas vezes em coelhos no estômago há uma grande quantidade de cabelo, restos de comida sólida e feno, que bloqueiam o progresso do tubo dentro do estômago. A condição não permite descompressão efetiva e requer intervenção cirúrgica ou descompressão.

Na maioria dos casos, o tratamento cirúrgico remove a obstrução e alivia a condição do animal durante o curso da doença.

Durante o tratamento, é importante criar um ambiente acolhedor e confortável para o coelho, já que o animal gasta uma grande quantidade de energia no momento de combater a infecção.

Como medidas acessórias, recomenda-se:

  • massagem abdominal e exercícios (medidas para melhorar a motilidade intestinal, prevenir o desenvolvimento da doença);
  • Admissão oral de água fresca ou hortaliças frescas humedecidas.

Dietéticoterapia

A terapia dietética é prescrita somente após a remoção do edema patológico.Durante este período, o animal é recomendado para introduzir na dieta uma grande quantidade de ervas frescas - alface, salsa, espinafre e coentro.Animais que se recusam a comer, você pode usar uma seringa para entrar mingau para herbívoros.

Insira a seringa no espaço atrás dos incisivos ao pressionar suavemente para evitar salpicar comida na traquéia.O alimento deve ser dado em porções muito pequenas para que o coelho possa engolir facilmente o conteúdo.A alimentação rápida de alimentos através de uma seringa pode ser perigosa para a saúde do animal e causar sufocamento.

A distensão abdominal após a descompressão é tratada com uma dieta, incluindo verduras

Outra opção alimentar pode ser grânulos especiais de alimentos em pó misturados com verduras frescasmassa) ou uma massa de abóbora enlatada.A mistura nutricional pode ser preparada com a adição de água ou chá, para atingir o estado de uma pasta líquida ou pudim.

Uso de analgésicos

Medicamentos para a dor, como butorfanol, buprenorfina, hidromorfona ou oximorfona, efetivamente aliviam o desconforto estomacal.Eles são frequentemente recomendados por veterinários, pois eliminam a dor gastrointestinal grave.

O uso de antibióticos

O uso de antibióticos é muito controverso no tratamento do inchaço e é prescrito apenas em casos difíceis em que as complicações estão presentes - ruptura do estômago, insuficiência renal ou no início da gravidez.pós-operatório.

A distensão gástrica pode ocorrer no animal operado e levar à insuficiência renal.Neste contexto, o animal deve ser cuidadosamente monitorado dentro de 72 horas após a cirurgia.Após 3 dias, há uma chance de recuperação completa.

Período de recuperação

Depois de o coelho deixar a clínica veterinária e estar num ambiente familiar, é importante manter um protocolo de tratamento regulamentado pelo veterinário responsável.

Coelho, durante este período, é necessária uma dieta equilibrada com muitos vegetais frescos.Bom aparelho digestivo requer ervas de alta qualidade com caules suculentos e folhas.

Os animais não devem ser supernutridos com cereais, pão, cereais matinais, biscoitos, doces e muitas frutas e verduras, o estresse deve ser minimizado, o exercício deve ser incentivado e o ganho de peso excessivo não deve ser permitido.

Se você suspeitar que seu coelho está inchado, mostre-o imediatamente a um veterinário experiente.